Menu

PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE MINHOCAS, FORMIGAS, CUPINS E ABELHAS

             As minhocas são animais anelídeos, estão distribuídas pelas teras húmidas de todo o mundo, algumas de apenas centímetros e outras com um a dois metros de comprimento, casos nos quais são conhecidas como minhocucus. São ainda conhecidas por serem animais com vários corações  e podem ter entre dois a quinze pares de corações.

            Elas vivem enterradas, escavam galerias e canais, buscando abrigo e restos de vegetais,  ingeridos com grandes quantidades de terra. Elas se alimentam de detritos de várias origens, que compõem o húmus. São animais benéficos para a terra, pois escavam galerias que fazem a terra respirar e produzem o húmus, que  é um excelente adubo orgânico.

 

          Os cupins são os grandes construtores do mundo dos insetos. Os enormes cupinzeiros da espécie africana macrotermes podem medir 08 (oito) metros de altura. Mesmo uma colônia média pode chegar a cerca de dois milhões de integrantes. As paredes dos cupinzeiros são feitas de partículas de terra retiradas pelos pequenos cupins operários e misturadas à saliva, formando matéria com a consistência de tijolo.

         Os cupins são considerados uma praga para lavoura, uma vez que se alimenta de raízes, mas tem uma vantagem na cadeia alimentar: serve de comida para cobras e quando saem voando viram presas de pássaros. Os cupins de solo, em áreas de pastagem podem servir de ninhos (colméias) de mamangava, a maior polinizadora de diversas espécies de maracujás e de árvores frutíferas em geral.

 

         As formigas são úteis porque podem ajudar a exterminar outros insetos daninhos e a aerificar a terra. Por outro lado, tornam-se pragas quando invadem as casas, jardins e campos de cultivo. Mas em avançado estágio, quando se tranformam em tanajuras são verdadeiros petiscos, conhecidos como tira-gosto de cachaça e cerveja.Toradas, clao!

            Algumas espécies, chamadas “formigas-assassinas”, têm a tendência de atacar animais muito maiores que elas. Quer para se alimentarem, quer para se defenderem. É raro atacarem o homem, mas podem dar picadas muito dolorosas e, se forem em grandes números, podem causar dano permanente ou matar através de alergia grave.

 

         Abelhas são insetos voadores, mormente conhecidos pelo seu principal potencial que é a de polinizar flores para gerar frutos. Por suas dimensões e formas e muitas das vezes, com ações de igualdade com vespas e formiga, são aparentadas destes insetos. Abelhas estão sendo ameaçadas de extinção, com o uso constante de agrotóxicos nas lavouras. Sem abelha, sem alimento!

         A representante mais conhecido das abelhas é a apis-mellífera,  criada em larga escala para a produção de mel própolis, geleia real,cera e veneno. As espécies de abelhas nativas não possuem ferrão e são menos agressivas do que as espécies africanas. As abelhas com ferrão são híbridas de abelhas européias e africanas, criadas para maior produtividade e resistência.

 

           Estes animais povoam a terra há milhões de anos, sendo que a formiga é considerada a  maior espécie em quantidade. Estima-se que o peso de todas as formigas do planeta supera o peso de toda a humanidade. As formigas-rainhas podem gerar 300 novos ovos em apenas uma semana. São zilões de formigas. Haja folhas!

 

 

 

voltar ao topo

Notícias Regionais

Brasil e Mundo

Ponte Nova

Colunistas

  • Esqueceu sua senha?
  • Esqueceu seu usuário?